h1

Taxodium distichum estilo cascata

O Taxodium distichum, conhecido no Brasil como pinheiro de brejo,  é originario dos USA, de regiões alagadiças de rios e estuários. A forma mais segura de cultiva-lo é em vasos sem furos, simulando um brejo, pois tem altíssima transpiração.

É um dos pinheiros mais vigorosos em vaso, desenvolvendo bem quando bem nutrido.

Abaixo é mostrada uma seguência de formação de um Taxodium distichum no estilo cascata, muito raro em bonsai, pois quando curvamos o tronco ele paraliza o crescimento do ápice colocado para baixo e força os brotos da base do tronco a crescerem. Como sabemos as raízes dos taxodiuns não brotam, assim podemos mergulha-las sem problemas de brotação, e obrigando a copa a ficar pendente.

2 comentários

  1. Olá,João,acho muito interessante as experiencis com bonsai.
    Eu tambem faço algumas ,porem nada melhor que seu caso,voces da Esalq,estão sendo pioneiros nesse ramo,meus parabéns


    • Caro Helenir,
      Fico feliz de vc ter conhecido nossos novos trabalhos. Quero muito que vc volte aqui com algumas horas, para visitar e fazer um trabalhinho aqui num bonsai, ou pré-bonsai, que será quardado com seu nome no nosso acervo.
      Um grande abraço.
      Chaddad



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: